Maestro

Filiação: GIS

Maestro

Arsenal

ALDA 5.56

ALDA 5.56

Metralhadora Leve

Primária
KERATOS .357

KERATOS .357

Arma Curta

Secundária
ACS12

ACS12

Espingarda

Primária
BAILIFF 410

BAILIFF 410

Arma Curta

Secundária
Arame Farpado

Arame Farpado

Arame farpado que retarda os atacantes.

Especialização
Granada de Impacto

Granada de Impacto

Granada que explode com o impacto.

Especialização

Habilidades

Mau Olhado

Mau olhado

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Biografia

Bandeira da Itália
Bandeira da Itália
Nome: Adriano Martello
Data de Nascimento: 13 de abril de 1973
Local de Nascimento: Roma
Altura: 1,85 cm
Peso: 87 kg

“Já contei sobre a vez que pulamos de paraquedas à noite, no meio das árvores de um pântano no Congo? Não? Ah, essa é uma das boas.”

Adriano “Maestro” Martello, filho mais velho numa família de oito irmãos, cresceu em Roma, mas serviu à Academia Militar de Módena aos 18 anos. Entrou para os Carabinieri e conquistou uma vaga de paraquedista explorador no 1º Regimento de Paraquedistas, conhecido com Tuscania. Após diversas expedições pelas quais ele ganhou medalhas de valor militar de prata e bronze, Martello se qualificou para o Gruppo di Intervento Speciale (Grupo de Intervenções Especiais ou G.I.S.) e participou de operações conjuntas no Iraque, o que lhe rendeu uma cicatriz no rosto causada por um explosivo improvisado. Combateu em diversas ações contra ameaças internas na Itália e por fim se tornou instrutor de treinamento de unidades de nível 3 no exército italiano. Assim que Martello concluiu sua expedição, passou a oferecer consultoria privada. Seus cursos rapidamente ganharam excelentes avaliações como treinamento de técnicas avançadas para agentes de unidades de nível 3 e 2, além de companhias militares privadas. A Tuscania acabou convencendo Martello a se realistar para que ajudasse uma de suas unidades a subir para a classificação de força especial de nível 2, o que culminou na entrada dele na Rainbow como representante das unidades italianas.

Laudo Psicológico

Não tenho dúvida — o especialista Adriano Martello (conhecido como Maestro) é um líder nato. Ele ganhou o apelido de Maestro por sua capacidade de se sacrificar para ajudar outros soldados durante treinamentos básicos. E mesmo que alguns soldados não tenham apreciado a assistência, acho que isso refinou a metodologia de ensino do especialista Martello. […] Eu analisei os registros escolares dele buscando informações sobre as brigas em que ele se meteu e me parece que estava sempre lutando para manter seus irmãos e irmãs longe do perigo. […] A princípio, ele buscou o exército para ajudar os seus pais com as dificuldades financeiras de criar oito filhos; e de certa forma, ele carrega esse senso de responsabilidade para as suas unidades. Ele se preocupa com os homens e as mulheres com quem trabalha e tem a afinidade necessária pra trazer à tona o que há de melhor nos outros, mesmo que seja por meio de uma bronca bem-intencionada e por vezes chega a ser mais vulgar do que os agentes mais reservados estão acostumados. Tenho a impressão de que o Martello gosta de xingar para causar o efeito esperado, porém não me restam dúvidas de que ele ensina por meio de piadas. No entanto, ele se apresenta como um homem autêntico — e isso é uma parte inegável do seu charme, pois surge sem o menor traço de fingimento. […] O especialista Martello tem tudo para ser um grande comandante de controle tático um dia, mas o seu ponto fraco é a sua vontade de rodar o mundo. […] Ele adora encarar desafios em seu próprio detrimento. E quando alcança o objetivo, dificilmente se mantém no lugar. Ele tem ligações pessoais com o especialista Seamus “Sledge” Cowden (operações conjuntas no Iraque cinco anos antes de o Artigo 5 ser instituído) a ponto de, ao que me parece, convidar Cowden para visitar sua família quando os dois estavam de folga. Mesmo assim, acho que isso é pouco para mantê-lo ligado às operações da Rainbow. Por outro lado, as ligações dele com a especialista Aria “Alibi” de Luca devem ser bem diferentes. Eles trabalharam juntos durante a operação Spider Wasp, na qual a unidade do Martello punia criminosos com base nas informações da de Luca. Se há qualquer outra história entre eles eu não sei… ainda. […] Minha hipótese é de que o especialista Martello precisa de estímulo pra continuar ativo — e isso significa colocá-lo em desafios que ele provavelmente não vai vencer. Por esse motivo, por exemplo, recomendei ao especialista Martello que subisse em um ringue de boxe com o especialista James “Smoke” Porter; assim ele enfrentaria um pugilista mais treinado e habilidoso. De acordo com os meus registros, o especialista Martello cresceu em um bairro de baixa renda na área de Lungotevere, em Roma, onde ele fez amizades com crianças ciganas que viviam por lá. Ele se orgulha muito de ter lutado boxe com os ciganos, pois é uma tradição deles, e acho que os treinos com Porter vão resgatar boas memórias que vão ligar sua infância com a Rainbow. […] Outra opção seria planejar para que o especialista Mike “Thatcher” Baker tenha um interesse pessoal no desenvolvimento do Martello. Adriano tem um respeito genuíno pelo especialista Baker; respeito o bastante para mantê-lo de boca fechada perto dos veteranos da SAS. Esse estado de condescendência respeitosa deve moldar uma forte relação que pode vir a manter o Martello interessado no Programa Rainbow.

— Dr. Harishva Pandey